Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 1 de julho de 2011

CAMINHO DA LIBERTAÇÃO - 33




33. –
Swami Sivânanda Sarasvati ensinava que a meditação segue a concentração e o samâdhi segue aquela, atingindo-se de seguida o estado de liberto-vivo, Jivanmukta, ser que se encontra livre de toda a ideia de dualidade.
Neste sentido, a meditação pode ser definida como o estado em que todos os pensamentos são excluídos da mente, que se encontra repleta de glória e presença divina.


É de duas espécies:
Na primeira, continuamos a ter consciência das qualidades e características do seu objecto – rosa, árvore, Rama, Buda, Jesus.
Na segunda, essa consciência desvanece-se – meditação sobre o Eu, Om, So’Ham.
No samâdhi a mente perde consciência de si mesma e passa a identificar-se integralmente com o objecto da meditação.


JOSÉ MARIA ALVES
www.homeoesp.org


Sem comentários: