Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 28 de julho de 2010

GUILLAUME APOLLINAIRE (1880-1918) - O ADEUS






Colhi uma haste de esteva
O Outono morreu lembra-te bem
Não nos veremos mais sobre a terra
Odor do tempo haste de esteva
Espero por ti lembra também

Tradução de José Manuel de Vasconcelos

Sem comentários: