Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

terça-feira, 1 de junho de 2010

QUÍCHUAS - FLOR DO FEIJOEIRO






Flor do feijoeiro,
Negra e branca,
Como o coração do homem sombrio
Que ama duas mulheres.

Bendita a maçã.
As suas lágrimas são doces.
Este mundo tem razão
De ser amargo.

Pequena estrela do céu
Empresta-me o teu brilho,
A vida neste mundo
É uma noite sombria.

Tradução de José Alberto Oliveira

Sem comentários: