Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 2 de junho de 2010

EU SOU O QUE QUERO EDIFICAR A MANSÃO DOS LUXOS





Eu sou o que quero edificar a mansão dos luxos
Mas que apenas tem areia salgada
O que quer percorrer oceanos num barquinho de papel
O que se quer eternizar em palavras gastas
O que julga saber que a morte é algo que não é Morte e que a Vida é tudo o que não é morte
Sou o que julga conhecer a verdade de alguma coisa sem saber que coisa quero ou deva conhecer
O que julga viver

Cheguei por vereda desconhecida
Irei regressar não-sei-onde
Por caminho obscuro
Cujo início ignoro
E da viagem nem preço sei


JOSÉ MARIA ALVES

Sem comentários: