Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sábado, 19 de junho de 2010

DEUS NÃO SABE LER E A ALMA NÃO ESPECULA





Desejo com ardência escrever um Manifesto para a humanidade

Um Manifesto para a Eternidade

Num Manifesto escreve-se
Escreve-se para que poucos leiam e
Poucos sintam enquanto
Nenhuns praticam
Redige-se nas areias límpidas da beira-mar
Em tempo de marés vivas

Nem na gandaia um sem-abrigo olhará as suas letras a formar palavras indecifráveis
Nem um letrado filósofo da beira-mar se dignará prestar-lhe atenção
Nem os cães que passeiam seus donos junto à rebentação das magníficas ondas irão sentir seu odor ilusório


Um Manifesto escritura-se
De preferência num papel velho
Digno
Com cheiro a catedral
E fisionomia de monumento nacional
Protegido por leis obsoletas
Saudosamente anacrónico
Um Manifesto é sempre extemporâneo
Como navio calafetado no fundo dos mares
Ou vela acesa num qualquer meio-dia de Primavera

Tem-se esperança num Manifesto
Como mãe que aguarda o nascimento de um filho
Ou a sua chegada da guerra

Um manifesto é um nado-morto
Um corpo num ataúde
Numa urna de chumbo
Carregado além-mar
Crivado de fragmentos
E marcas de dor oculta
Sangrada por estilhaços de vida sem significado


Apenas conheço três palavras
Que podem mudar o mundo
Apenas três palavras cheias e não ocas
Porque as ocas são apenas palavras
E as palavras não são as coisas
Nem sentimentos nem emoções
As ocas são o reflexo da humanidade
No espelho poeirento sujo e deformado
Do cérebro do tempo

Apenas conheço três palavras
Capazes de abranger o Universo
AMOR LIBERDADE BELEZA

Se algum dia as atingir em sua verdadeira essência já não mais serei eu
Serei Um-Com-Deus
E quando for Um-Com-Deus não perderei tempo a escrever

Deus não sabe ler
E a Alma não especula


JOSÉ MARIA ALVES
http://www.homeoesp.org/


Sem comentários: