Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 13 de maio de 2010

SEBASTIÃO DA GAMA (1924-1952) - ANUNCIAÇÃO



Quem bateu? Ouviste?
Tão de manso..., tão...
- Meu Amor, é gente,
meu Amor, ou não?

- Se será o Anjo,
para anunciar!?...
- Fosse a noite calma,
fosse o vento brando,

viria..., viria...
Mas assim, Amor?
Oh! a alma frágil,
nesta ventania?

- Meu Amor, vais ver?
- Meu Amor, pois vou...
- Que perfume é este?
Esta luz que entrou,

esta paz que veio
p’lo postigo dentro?
- Meu Amor, não vês?!...
Meu Amor, não sentes?!...

Sem comentários: