Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 6 de maio de 2010

KESTENTTIN IVANOV (1890-1915) - MEDITAÇÕES DUMA VELHA FLORESTA


Males e dores se abateram
E eu mergulhei na amargura:
Jovens anos, anos felizes,
Desaparecidos, pra onde foram?
Desvaneceram-se como sonhos,
Os jovens dias, dias felizes.
Só as desgraças, só os tormentos
Como negras nuvens acorreram.

Tradução de Maria Etelvina Santos

Sem comentários: