Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 16 de abril de 2010

YANG WAN-LI (1127-1206) - A CHUVA NA BANANEIRA






Como a bananeira está cheia de alegria ao receber a chuva!
O barulho, durante toda a noite, foi claro e agradável:
Ora sons ligeiros duma mosca embatendo num vidro de papel,
Ora estrépito potente de cascata precipitando-se das montanhas.

Com o tinido límpido dos pingos espaçados,
Calou-se todo o rumor nesta calma noite de Outono.
A bananeira está feliz, mas o homem triste:
Agradar-lhe-ia mais que o vento de oeste parasse
e que esta chuva cessasse.

Tradução de António Graça de Abreu

Sem comentários: