Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 16 de abril de 2010

LAO PI (187-226) - O SEGUNDO DOS POEMAS SOLTOS





No Noroeste há nuvens flutuantes,
Erectas e altas como a coberta de um carro,
Oh, lamento não encontrar oportunidades,
Encontro-me por coincidência com o vento flutuante,
Que sopra o meu andar rumo a Sudeste,
Andando, andando, até Wuhui.
Wuhui não é a minha terra natal,
Como poderia eu permanecer lá por muito tempo?
Abandono-o silencioso,
O viajante tem sempre medo das pessoas.

Tradução de Li Ching

Sem comentários: