Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 16 de abril de 2010

JOSÉ BERGAMÍN (1895-1983) - «TRÊS SONETOS A CRISTO CRUCIFICADO EM FRENTE AO MAR»






Não te entendo, Senhor, quando te miro
frente ao mar, ante o mar crucificado.
Sós o mar e tu, na cruz ancorado,
ao mar dando teu último suspiro.

Não se entendo o que mais admiro:
que o mar cante estando Deus calado;
que brote a água, muda, em seu costado,
após morrer, de ferida sem respiro.

O mar ou tu me enganam, ao olhar-te
entre duas solidões, só à espera
de um mar de sede, que é de amor perdido.

Enganas-me tu ou o mar, ao contemplar-te,
celeste âncora em terra marinheira,
mortal memória ante imortal olvido?


Tradução de José Bento

Sem comentários: